(49) 3221 1081
R. Benjamin Constant, 141 Centro, Lages - SC

3ª Semana Nacional de Arquivos e 17ª Semana Nacional de Museus - Teatro apresenta personagens da história lageana

15/05/2019

Tio Banga, Dona Basilissa, Tia Euzébia, Correia Pinto, Virgulino foram representados pela equipe do Museu Histórico Thiago de Castro (MHTC)

A 17ª Semana Nacional de Museus entrou no terceiro dia de programação com teatro. Elaborado pela equipe do MHTC, “Descobertas Históricas do Museu” conta a história de diversos personagens que ajudaram a construir a comunidade lageana.

A encenação foi apresentada nesta terça-feira (14 de maio) no auditório Mário Augusto de Sousa, na Fundação Cultural de Lages (FCL) em dois períodos. Pela manhã, o público foi formado por alunos do Colégio Sigma, e à tarde, a visita foi da Escola Itinerante de Correia Pinto. A Rainha Maísa Caroline e as Princesas Victória Gabriela e Vitória Melo ,da 31ª Festa Nacional do Pinhão, fizeram a abertura.

A própria equipe do MHTC encarregou-se da criação do texto, figurino e cenários. Para a representação do boneco Juquinha, que dividiu diversas horas de programas de auditório da Rádio Clube nos anos 50, o time do Museu preparou roupas e outro boneco para reproduzir o original que está em exposição no acervo do MHTC.

Tio Banga, foi mais um dos personagens que acabaram fazendo parte do folclore lageano. Escravo, benzedor, foi marcado pela icônica fotografia onde segura um violão – instrumento que ele dizia que sempre queria aprender. Hoje, a Fazenda que foi chamada de Cruz de Malta, leva a outra denominação por qual o africano Tio Banga era conhecido, Pai João.

Baselissa Alves de Brito, a tia Ba, fez a doação de um dos três sinos da Catedral, mais especificamente o médio, batizado de Santa Maria pelo Frei Gabriel Zimmer, e badalou pela primeira vez em 1º de janeiro de 1922. A lageana devota de Maria foi a primeira aluna do colégio Santa Rosa de Lima.

Tia Euzébia fez parte de um grupo seleto de personagens de Lages que passaram pela escravidão e se associaram às famílias da nossa cidade. Euzébia Leite viveu até os 120 anos de idade, ela foi uma das muitas pessoas que contou histórias para o fundador do MHTC, Danilo de Castro.

Para o funcionário do MHTC, Klaus Werner, que interpretou Correia Pinto, fica mais fácil transmitir a história através da música e do teatro. “A gente vivencia os fatos da nossa terra trabalhando e fazendo encenações. São formas que nos fazem aprender ainda mais e transmitir o que descobrimos nas pesquisas”, comenta.

Veja a programação da 17ª Semana Nacional de Museus:

15/05, quarta-feira:

Biblioteca Pública Carlos Dorval de Macedo:

9h30 e 14h30 – Conhecendo os monumentos – Izabel Ribeiro e Paulo Guasselli.

16/05, quinta-feira:

Memorial Nereu Ramos, Praça do CEU e MHTC:

9h30 e 14h30 - Animação curta-metragem “Amigos para Sempre”, documentário “O Chão da Minha Terra: A Vida de Nereu Ramos e documentário “Carta a Malinverni Filho”.

17/05, sexta-feira:

“Contos sobre Lendas” com Ader Godoy

9h30 e 16h30 – Ponto de Leitura Rita de Cássia (Terminal urbano de Lages)

11h e 14h30 – Memorial Nereu Ramos

14h – Visita guiada ao acervo documental do MHTC – Estrutura burocrática da Província de Santa Catarina e Villa de Lages, XVIII e XIX – equipe MHTC e Professor Msc. Felipe Reis

Foto: Fabrício Furtado