(49) 3019 7481
R. Benjamin Constant, 141 Centro, Lages - SC

Instrutores da Escola de Artes e Projeto Lages Melhor são recepcionados na Fundação Cultural

21/02/2019

Aulas iniciam após o Carnaval nos oito núcleos espalhados pela cidade e na Escola de Artes Elionir Camargo Martins

 

Após o resultado do credenciamento para instrutores de artes, os profissionais que irão ministrar cursos de acordeon, ballet, coral, desenho, musicalização, pintura, street dance, teatro, teclado, técnica vocal, violão e violino, na Escola de Artes Elionir Camargo Martins e no Projeto Lages Melhor, foram recebidos pelo superintendente Giba Ronconi no auditório Mário Augusto de Sousa, na Fundação Cultural de Lages (FCL) na tarde desta quarta-feira (20 de fevereiro).

As pautas foram as boas-vindas e uma explanação de como é o funcionamento da estrutura sob responsabilidade da FCL, que compreende o Museu Histórico Thiago de Castro, Memorial Nereu Ramos, Museu Malinverni Filho, Biblioteca Carlos Dorval de Macedo, Ponto de Leitura Rita de Cássia no Terminal Urbano, Teatro Marajoara, Praça do CEU no bairro Universitário, a própria Escola de Artes e os núcleos do Lages Melhor. As aulas iniciam a partir do dia 7 de março. As grades de horários e dias podem ser obtidas através do telefone 3224-8708.

Lages Melhor entra no terceiro ano de execução 

Descentralizar artes e cultura era uma das propostas desde o início da gestão do prefeito Antonio Ceron para a Fundação Cultural em Lages. Iniciado no bairro Santa Mônica em março de 2017, com uma aula inaugural de ballet, o Lages Melhor chega em 2019 com oito polos: Habitação, Guarujá, São Paulo/São Francisco, Santa Mônica, Vila Maria, Penha, Salto Caveiras e a Praça do CEU no bairro Universitário.

Em 2018, o projeto recebeu mais de 500 inscrições, e alunos e instrutores contabilizam, nesta curta trajetória, a participação de alunos e instrutores em eventos como abertura e encerramento dos Jogos Abertos de Santa Catarina (Jasc) em 2017 e o Natal Felicidade do ano passado. Para o prefeito Antonio Ceron, o Lages Melhor deu uma identidade para a cultura de Lages, pois permite que a população participe da criação do que é produzido em toda a cidade. “Pensamos em uma ação que facilitasse para as pessoas o acesso à cultura. Este projeto não permite só que a comunidade tenha aulas em seus bairros, mas um dos ganhos mais importantes do Lages Melhor é ver crianças, jovens e adultos apresentando o que aprenderam no Teatro Municipal Marajoara e no palco ao lado da Catedral no Natal Felicidade”, comenta.

 

Texto e foto: Fabrício Furtado