(49) 3224 7425
R. Benjamin Constant, 141 Centro, Lages - SC

Dança Lages promete lotar a praça de alimentação do Garden Shopping

22/08/2018

Festival de Dança de Lages terá os próximos dois sábados reservados para apresentações no Lages Garden Shopping. Neste sábado (25 de agosto), a partir das 19h, o espaço da praça de alimentação será para dançarinos e dançarinas de grupos juvenis e adultos, e no dia de encerramento, marcado para o dia 1º de setembro, as apresentações ficam por conta das crianças

 

Promovido pela Fundação Cultural de Lages (FCL), através da Escola de Artes Elionir Camargo Martins, o Festival Dança Lages repete o evento de sucesso de 2017, realizado no mesmo local. De acordo com o diretor da Escola de Artes, Salésio Padilha, a partir da ideia que se teve da criação do Dança Lages, se pensou na realização do evento em um lugar com grande circulação de pessoas, como um shopping. “Todos grandes centros tem eventos de dança acontecendo em seus shoppings. Conversamos com os representantes do Garden, e essa parceria desde então vem dando certo”, comenta.

Das mais variadas apresentações, o diretor da Escola de Artes ressalta que o foco principal é apostar na base. Trabalhar com as categorias: adulto, juvenil e crianças. Neste ano uma novidade será a ampliação para a participação de outras cidades da região serrana. Esta edição abre as portas para grupos de dança de Otacílio Costa, Correia Pinto e Ponte Alta do Norte.

Além dos dias principais, 25 de agosto e 01 de setembro, o dia 26 (domingo) marca apresentações especiais, como oficinas de jazz, com Eliane Rosseto, e danças de ruas com Eliseu Lemos. O evento será aberto, ou seja, gratuito, com intenção da profissionalização da dança em Lages.

Salésio Padilha também destaca algumas mudanças na estrutura da edição. “Nessa edição faremos um palco elevado, além das oficinas de dança para qualificação”.

Para o superintendente da FCL, Giba Ronconi, o trabalho realizado na Escola de Artes tem também o propósito de integração e troca de experiências entre os grupos. “As apresentações no shopping, por exemplo, permitem que os grupos, principalmente os mais novos, busquem por mais experiência não só no aprendizado da prática, mas na socialização”, opina.

 

Foto: Fabrício Furtado - FCL